Click here to skip to this page's main content.

New to the Open Library? — Learn how it works
Last edited by Open Library Bot
April 28, 2010 | History

Da arte de fazer aeroplanos 1 edition

Cover of: Da arte de fazer aeroplanos by Carlos Gildemar Pontes

Read

No readable version available.

Borrow

Try a WorldCat search?

Buy

Add an ISBN to link to booksellers

Lists

You could add Da arte de fazer aeroplanos to a list if you log in.
Sheesh. There's no description for this book yet. Can you help?
There is only 1 edition record, so we'll show it here...  •  Add edition?

Da arte de fazer aeroplanos

Published 2008 by Acauã/ Livro Técnico in Fortaleza .

About the Book

(Orelha do Livro)
DA ARTE DE FAZER CONTOS

O que mais se pode esperar de um bom livro de contos, além de nos inquietar com seus temas e linguagens, de nos deixar com cem pulgas atrás das orelhas após cada boa história, de nos deixar sempre a procurar rastros não tão óbvios por trás da aparente inocência de suas veredas e frases?
O que mais se pode querer de um bom escritor, além de um profundo conhecimento do mundo, de um competente domínio das mil situações comuns e imprevistas das diversas personagens entre elas e (ou) em suas eternas cismas consigo mesmas?
Neste pequeno grande livro de Carlos Gildemar Pontes, vemos tudo isto e muito mais: o autor, com maestria, brinca com o leitor em sutis jogos de referência a outras obras literária, se diverte com uma linguagem não tão óbvia, esnoba os temas com brincadeiras e falsas pistas; em suma, domina seu ofício de escritor como poucos.
Da Arte de Fazer Aeroplanos segue a trilha vitoriosa de Miragem no Espelho, do qual resgata três contos ligeiramente modificados, mas não se repete em temáticas e estilos, apenas (e principalmente) na inquietude com que salta de um conto lírico para outro trágico, de uma história mais desenvolvida para um miniconto, de um relato realista para uma parábola fantástica. Sempre com muita ironia e competência lingüística.
Com este belíssimo livro, o autor consolida seu nome como um dos melhores contistas de sua geração em nosso Estado do Ceará, o que não é pouco, visto a tradição do gênero entre nós, que já produziu nomes como Gustavo Barroso, Herman Lima, Oliveira Paiva, Moreira Campos, Caio Porfírio Carneiro, Juarez Barroso, Nilto Maciel e muitos outros excelentes cultuadores da história curta.

Pedro Salgueiro

(Contracapa)

Gildemar cultiva os mais variados temas, além de se mover com desembaraço pelo fantástico, pelo humorístico, pelo poético e pelo realismo mais brutal. No breve “O homem que botava ovo” o fantástico se desencadeia desde o título e vai até o final nesse ritmo. A metáfora aparece em “Da arte de (des)fazer 500 anos”. Em “Meus dias de ostra” se vê o amor, a vida, a doença, a decadência física do narrador. Um dos mais soberbos momentos do livro é, sem dúvida, “Diário de um cego”. Narração sem sobressaltos, sem grandes arrufos, porém afastado da linearidade comum a muitos escritores. O final inesperado e poético é digno dos melhores cultores de composições ficcionais. Também o desfecho de “Da arte de fazer aeroplanos” faz balançar os corações mais sadios.

Nilto Maciel

The Physical Object

Number of pages
116
Dimensions
21x15,5

ID Numbers

Open Library
OL22661438M

History Created December 10, 2009 · 2 revisions Download catalog record: RDF / JSON

April 28, 2010 Edited by Open Library Bot Linked existing covers to the work.
December 10, 2009 Created by WorkBot add works page